Revolution Within - "Straight From Within"

Avatar do Utilizador
revolutionwithin
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 1291
Registado: segunda jul 17, 2006 4:42 pm
Localização: Underground

Revolution Within - "Straight From Within"

Mensagempor revolutionwithin » segunda set 24, 2012 9:02 am

Boas pessoal!

Criei este tópico para vos ir comunicando qual a reacção ao nosso novo disco "Straight From Within".

Os vossos comentários também são aceites. Queremos saber o que acham, quais os pontos positivos e negativos... enfim, ajudem-nos a evoluir...

Cheers :metal:

Imagem

Avatar do Utilizador
revolutionwithin
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 1291
Registado: segunda jul 17, 2006 4:42 pm
Localização: Underground

Re: Revolution Within - "Straight From Within"

Mensagempor revolutionwithin » segunda set 24, 2012 9:40 am

RUIDO SONORO
(http://ruidosonoro.com/2012/09/22/revol ... om-within/)

Sediados no norte do nosso país, Revolution Within é uma banda que a seu ritmo conquista um lugar nas referências do metal português. Com uma composição mais refinada, “Straight From Within” sucede a estreia “Collision” e em todos os aspectos assume-se como um passo em frente. É um trabalho mais maduro e vibrante que justifica o crescimento da banda, contendo riffs carregados de groove.
Novamente com o selo da Rastilho Metal Records, editora portuguesa que teima em conter um catálogo cada vez mais rico e invejável dentro do panorama nacional, este “Straight From Within” tem a responsabilidade de apontar o foco para o nome dos Revolution Within – a banda continua em ascensão e a presença no Vagos Open Air 2011 não ocorreu ao acaso. As faixas ‘Pure Hate’, ‘Without Recognition’, ‘Straight From Within’ e ‘Pull The Trigger’ (esta com bónus de pujança graças à agressividade vocal de Hugo, dos moitenses Switchtense) ostentam ódio e raiva directos do interior de quem as compôs. Líricas como «Get out of my way or you will pay / Pure fucking hate!» e «Against this faked world / I realized that everything is left behind» revelam-se capazes de inspirar quem se sente indignado com o mundo em seu redor e também se manifestam linhas para serem exclamadas pela audiência dos palcos que a banda irá pisar para apresentar este novo registo. A sua produção proporciona uma dimensão extra aos palm mutes e aos breakdowns e condensa a intensidade de uns Dew-Scented, por exemplo. Ainda que os primeiros temas se destaquem mais dos restantes, nenhuma das onze faixas se assume como um filler e há sempre algo novo a retirar da faixa que se segue. Os Revolution Within mostram-se raivosos e moventes com um par de faixas motivantes no fecho do álbum, onde Capela (de Damnull e Echidna) participa para activar a ira.
A estrada é longa, mas os Revolution Within dão passos largos. E citando a nona faixa, «apenas os mais fortes irão sobreviver» e guardar o seu nome nas lides do metal nacional.
// Nuno Bernardo

Classificação: 75/100

Avatar do Utilizador
revolutionwithin
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 1291
Registado: segunda jul 17, 2006 4:42 pm
Localização: Underground

Re: Revolution Within - "Straight From Within"

Mensagempor revolutionwithin » terça out 09, 2012 11:14 am

LA ESTADEA (ESPANHA)
(http://www.laestadea.com/2012/10/revolu ... a-portada/)

‘Straight From Within‘ se trata del segundo trabajo que publica la formación metalera portuguesa Revolution Within. El disco fue grabado y masterizado en los estudios Soundvision junto a Paulo Lopes, mientras que su estilo es un thrash técnico, salvaje y moderno pensado especialmente para impulsar la concurrencia en las clínicas dentales.

Canciones como ‘Without Recognition‘ tienen un grado de furia perfecto y compensando entre todos sus componentes. Tanto Matador como Adriano, son unos guitarristas realmente veloces, con una técnica de mano derecha y digitación motorizadas. En otras como ‘Straight From Within‘ vemos como Shaq tampoco se queda corto castigando la caja y el bombo. Los guitarras construyen mucho sobre muteos que dominan a su antojo, y no se cortan en alardear de rapidez a cada paso. ‘Pull The Trigger‘ da un breve respiro en plan espejismo durante sus primeras notas para retomar de nuevo el galope sin piedad. La tunda sádica de ‘Revenge now‘, o el punto core de ‘Bleed‘ no hacen más que sumar astillas a la herida infectada que te pueden hacer en la nuca los mastileros lusos. No comenté mucho sobre la voz de Raça, donde los registros se concentran principalmente en un uniforme tono rasgado y combativo.

‘Straight From Within’ es un disco que te puede calentar la cabeza como si te diesen con una catapulta en ella. Thrash de nuevo milenio con todos los elementos necesarios para abrirse camino. Rastilho Records sigue ampliando con la mejor calidad de sonido sus franquicias de destrucción masiva.

Classificação: 8/10

Avatar do Utilizador
revolutionwithin
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 1291
Registado: segunda jul 17, 2006 4:42 pm
Localização: Underground

Re: Revolution Within - "Straight From Within"

Mensagempor revolutionwithin » quarta out 10, 2012 10:11 am

Disco do mês!

SOUND(/)ZONE
(http://soundzonemagazine.blogspot.pt/20 ... -from.html)

A par dos Switchtense e Echidna, os Revolution Within serão um dos pilares do que arriscamos chamar de uma nova vaga de thrashcore nacional que começa a ganhar uma empolgante atractividade - uma espécie de marca de qualidade com a Rastilho associada e devidamente credenciada. Qualquer um destes nomes já não serão novidade para ninguém. Todos eles com dois álbuns lançados, muitos quilómetros percorridos na estrada e uma qualidade manifesta. Restava, portanto, a este colectivo de Santa Maria da Feira não fazer a "desfeita" e contribuir para o cenário aqui descrito.


"Straight From Within" não traz absolutamente nenhuma novidade em termos criativos ou estruturais ao próprio género (como seria de esperar num universo de filosofia muito rígida), mas naquilo que é o seu próprio caminho, os Revolution Within ganharam muitos pontos em termos de organização de ideias, capacidade de sacar riffs explosivos e, no fundo, criar malhas muito mais letais. Acentua-se o groove, o músculo e a fúria, o que torna estes 11 temas em verdadeiras ameaças, sobretudo ao vivo.


Até para que se perceba a intimidade dos Revolution Within para com os nomes atrás citados, Hugo Andrade e Capela cospem raiva e inconformismo em duas poderosas malhas - "Pull The Trigger" e "Anger Mode: On". São também deveras próximas as semelhanças musicais entre estas bandas, para além do que parece também ser uma fonte de inspiração comum os germânicos Dew-Scented. Mas não será por isso que deixam de impressionar pela sua voracidade e consistência.


Por tudo isto, "Straight From Within" não passa despercebido para quem é viciado em adrenalina e está-se marimbando para convenções ou leis do mercado. A vontade e o talento dos Revolution Within são autênticos e sobrepõem-se ao resto.

Classificação: 7/10

Avatar do Utilizador
revolutionwithin
Ultra-Metálico(a)
Mensagens: 1291
Registado: segunda jul 17, 2006 4:42 pm
Localização: Underground

Re: Revolution Within - "Straight From Within"

Mensagempor revolutionwithin » quarta out 24, 2012 10:39 am

EVENT HORIZON
(http://eventhorizon-space.blogspot.pt/2 ... ithin.html)

É um facto que as bandas de metal portuguesas há uns anos para cá souberam ultrapassar muitos dos handicaps de grupos antigos, cujo som encerrava trejeitos manhosos (nomeadamente na dicção dos vocalistas) e ficava invariavelmente mal produzido. Há na história do metal português vários discos que pecam pela produção amadora, pela falta de meios e também, sejamos honestos, pelo gosto musical duvidoso. As bandas antigas tinham aquele charme kitsch que hoje em dia até é apreciado e tido como uma mais valia ou como uma tomada de posição. Não quero enumerar grupos, para não ferir susceptibilidades. Porém, nos últimos 10 anos, o metal nacional foi sabendo inspirar-se no que de melhor se fazia lá fora e com ajuda preciosa dos avanços tecnológicos, que colocam à mão de semear software que permite a melhor das produções com recursos a computadores, souberam dar um enorme salto, não diria qualitativo, porque Tarântula, Sacred Sin e Ramp tinham as suas qualidades, mas antes um salto de identidade que lhes aufere maior potencialidade em se internacionalizarem. Não foi assim que Moonspell, Process of Guilt, Men Eater, More Than a Thousand, Switchtense e Corpus Christii se tornaram bem conhecidos lá fora? Ainda há pouco dias falava com um velho conhecido residente na Polónia e este mostrava-se admirado com a vaga de bandas portuguesas de enorme qualidade que tinham surgido nos últimos, precisamente, 10 anos. Curiosamente, o nome Revolution Within foi mencionado, assim como Painted Black e Concealment. Ouvindo «Straight From Within» percebe-se porquê. Neste segundo registo, o grupo de Santa Maria da Feira recorre a um som mais punchy e guitarras mais agressivas entre o thrash e o death metal, minimizando as melodias que «Collision» (o disco de estreia de 2009) havia ainda trabalhado. O resultado é pujante e extremamente bem concebido, fazendo imaginar uns Machine Head a fazer covers de Slayer, tal a dicotomia entre groove e thrasalhada animal que músicas como «Pure Hate», «Revenge Now», «Evil(ution)» exibem. Mais brutal e agressivo que o álbum de estreia, «Straight From Within» vem com uma produção forte e a meu ver apenas peca pela quase inexistente variedade entre cada música, alternando a típica batida de thrash com o shredding agroovalhado de que falava à pouco, como no final de «Evil(ution)». Faltava eventualmente uma ou outra malha mais mid-tempo tipo «Blacklist» (Exodus), para compensar a velocidade estonteante do restante material. A não ser que «Straight From Within» tenha sido concebido para ser o "Panzer Division" dos Revolution Within!

Classificação: 7,5/10


Voltar para “Arquivo 2012 - 2003”

Quem está ligado:

Utilizadores neste fórum: Nenhum utilizador registado e 1 visitante